Palestinos repudiam apoio de Bush a plano israelense

O primeiro-ministro palestino, Ahmed Korei, repudiou as declarações do presidente dos EUA, George W. Bush, que dão a entender que Israel poderá anexar algumas das colônias que mantém na Cisjordânia. Depois de se reunir o com premier israelense, Ariel Sharon, Bush disse que a população judia das colônias deve ser levada em conta num acordo de paz.Os palestinos exigem um Estado soberano em toda a Cisjordânia e Faixa de Gaza, com a remoção de todas as colônias de Israel. Korei criticou duramente as palavras de Bush. ?Trata-se do primeiro presidente a legitimar os assentamentos em território palestino, ao dizer que não haverá retorno às fronteiras de 1967?, atacou Korei.O ministro palestino Saeb Erekat também criticou Bush, dizendo que sucessivos governos americanos garantiram que as fronteiras entre palestinos e israelenses seriam definidas pelos dois lados. ?Se Israel quer paz, tem de conversar com a liderança palestina?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.