Mike Segar/Arquivo/Reuters
Mike Segar/Arquivo/Reuters

Palestinos se preparam para reação dos EUA e de Israel a proposta na ONU

Mahmoud Abbas precisa decidir se apresenta pedido em setembro ou após eleições americanas

Agência Estado,

02 de agosto de 2012 | 15h02

RAMALLAH - Os palestinos se preparam para eventuais reações punitivas de Israel e dos Estados Unidos caso decidam ir em frente com os planos de buscar o reconhecimento do Estado palestino como observador na Assembleia-Geral da ONU. É o que mostra um documento interno obtido nesta quinta-feira pela AP.

 

Veja também:

tabela ESPECIAL: A busca pelo Estado palestino

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

 

O presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, com o apoio da Liga Árabe, está decidido em princípio a dar esse passo, mas ainda não escolheu se submeterá o pedido quando a Assembleia-Geral se reunir, em setembro, ou se vai esperar o resultado da eleição nos Estados Unidos, em novembro.

 

Os palestinos buscam o reconhecimento de um Estado na Cisjordânia, Gaza e leste de Jerusalém, territórios capturados em 1967 por Israel na Guerra dos Seis Dias. Apesar de ser uma aprovação apenas simbólica, a AP ganharia um firme apoio internacional para uma possível fronteira entre Israel e um Estado palestino futuro. O novo status também permitirá a adesão dos palestinos a vários órgãos internacionais.

 

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.