Palin diz que não se limitará à política regional

A candidata à vice-presidência republicana, Sarah Palin, está olhando para seu futuro político, apesar de seu presente imediato estar indefinido. Em uma entrevista à ABC News, a governadora do Alasca indicou que não desaparecerá da cena política nacional caso seja derrotada nas eleições presidenciais do dia 4. Antes disso, Sarah afirmou que acredita na vitória da chapa formada por ela e pelo candidato à presidência, John McCain. Porém, deu a entender que, em caso de derrota, não deve ficar apenas na política de seu Estado."Absolutamente não", comentou. "Eu não estou fazendo isso por nada." Além da entrevista, Sarah também falou sobre independência energética e participou de três comícios ontem em Ohio e Indiana, dois Estados com disputa bastante acirrada. Hoje ela deve participar de eventos no Missouri e na Pensilvânia, onde a disputa também é equilibrada.

AE-AP, Agencia Estado

30 de outubro de 2008 | 14h18

Tudo o que sabemos sobre:
EUAeleiçõesSarah Palin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.