Panamá entra como membro não-permanente no CS da ONU

O Panamá passou nesta terça-feira a fazer parte do Conselho de Segurança da ONU, onde passará ocupar o posto de membro não-permanente durante os próximos dois anos. O país centro-americano substitui a Argentina e, ao lado do Peru, representará a América Latina no principal órgão de decisão doorganismo mundial.Os outros quatro países que atualmente também entraram como membros não-permanentes no Conselho de Segurança são África do Sul, Indonésia, Bélgica e Itália, que passam a ocupar os postos que eram de Tanzânia, Japão, Dinamarca e Grécia.O Panamá foi eleito novo membro do Conselho de Segurança diante do conflito causado em novembro por Venezuela e Guatemala, que disputavam uma vaga no Conselho. Nenhum desses países obteve a maioria de votos necessária para ser eleito, levando o Panamá a ser escolhido como candidato de consenso por parte do grupo regional latino-americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.