Panasonic cria nova tecnologia para produzir etanol

A Panasonic anunciou, neste sábado, que desenvolveu uma tecnologia que induz à realização de fotossíntese de forma artificial com uma eficiência cinco vezes maior que as atuais, e próxima a natural. Esta tecnologia pode reduzir a geração de dióxido de carbono durante a produção de etanol que poderá ser usado como um combustível alternativo para carros, afirma matéria publicada no jornal Nikkei em sua edição de domingo.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 15h31

A fotossíntese artificial cria substâncias orgânicas, como etanol, através da luz do sol, água e CO2, como as plantas fazem. As descobertas da pesquisa da Panasonic irão ser divulgadas em um encontro internacional em Los Angeles, na próxima quinta-feira. A expectativa é de que a tecnologia já esteja sendo utilizada de forma prática em 2015. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
etanoltecnologiaPanasonic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.