Pane leva avião de Evo Morales a fazer pouso forçado

O avião do presidente da Bolívia, Evo Morales, fez um pouso de emergência hoje depois de passar por uma pane hidráulica, mas nem o mandatário nem os tripulantes ficaram feridos, disse Iván Canelas, o porta-voz presidencial à emissora Erbol. Morales viajava de La Paz para Sucre, no sul do país, quando um problema obrigou o piloto a fazer uma aterrissagem de emergência em Cochabamba, região central da Bolívia, disse Canelas.

AE, Agencia Estado

23 de dezembro de 2009 | 18h31

"Foi só um pequeno susto. O presidente não está preocupado nem alarmado, pois não é a primeira vez que isso acontece. Já tivemos de fazer pousos de emergência um par de vezes antes. Não há motivo para preocupação", afirmou. O avião que transporta Morales tem pouco mais de 30 anos. O governo boliviano negocia a compra de um Antonov que seria adquirido com parte de um crédito oferecido pela Rússia. Porém, o contrato ainda não foi assinado e a construção da aeronave pode demorar até 2011.

Mais cedo, Morales convocou para abril do ano que vem uma conferência climática alternativa. Ele convidou líderes indígenas, ativistas, movimentos sociais e governos a pressionar os países ricos a adotarem mudanças capazes de salvar o planeta do aquecimento global.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.