Papa aceita renúncia de bispo acusado de abuso sexual

O papa João Paulo II aceitou a renúncia do bispo da Flórida, Estados Unidos, que abusou sexualmente de um estudante adolescente num seminário de Missouri, 25 anos atrás.O jornal diário do Vaticano informou nesta quarta-feira, 13, que o papa aceitou a renúncia apresentada pelo bispo de Palm Beach, Anthony J. O´Connell, o prelado de hierarquia mais elevada a ser envolvido no escândalo que estremece a Igreja católica dos EUA.O´Connell, de 63 anos, apresentou sua renúncia depois de reconhecer a veracidade das acusações do ex-seminarista Christopher Dixon, que declarou que ambos trocaram carícias na cama quando ele foi pedir um conselho ao sacerdote.O´Connell foi indicado em 1999 para substituir o então bispo de Palm Beach, J. Keith Symons, que também renunciou em virtude de seus encontros sexuais com jovens. O caso de Palm Beach acontece em meio a um escândalo na arquidiocese de Boston, onde 130 pessoas acusaram um ex-sacerdote, John Geoghan, de abusos sexuais, ao longo de décadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.