Papa agora é cidadão honorário de Roma

O papa João Paulo II, bispo de Roma, vigário de Cristo e supremo pontífice, conta agora com um novo título: cidadão da Cidade Eterna. O prefeito romano, Walter Veltroni, concedeu o título ao papa, de origem polonesa, em uma cerimônia realizada nesta quinta-feira no Vaticano, pelo "reconhecimento e profundo respeito" que lhe dedicam os vizinhos de Roma. No passado, a cidade concedeu a cidadania honorária a figuras como Madre Teresa e Nelson Mandela, mas João Paulo é o primeiro pontífice a ser agraciado com o título. O papa disse que seu carinho pela cidade aumentou em seus 24 anos como sucessor ao trono de São Pedro, e acrescentou que "sempre senti a intimidade e o carinho de seus residentes". Em seguida, dirigindo-se a Veltroni, João Paulo disse em tom de troça: "Precisei de 24 anos de trabalho para isto. São Paulo o conseguiu mais rápido", em referência ao apóstolo, que era cidadão da antiga Roma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.