Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

Papa aplaude ‘bom exemplo de cultura de encontro’ de Donald Trump e Kim Jong-un

'Este gesto significativo constitui mais um passo no caminho da paz', disse pontífice após a tradicional oração de domingo do Angelus

Agência, EFE

30 de junho de 2019 | 08h21

O papa Francisco aplaudiu neste domingo, 30, a cúpula inesperada entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano Kim Jong-un, e disse que ele era "um bom exemplo da cultura da reunião".

"Nas últimas horas temos testemunhado na Coreia um bom exemplo da cultura do encontro, saúdo os protagonistas com a oração. Este gesto significativo constitui mais um passo no caminho da paz, não só na Península (coreana), mas em favor de todo o mundo", disse Francisco após a tradicional oração de domingo do Angelus na Praça de São Pedro.

Embora não tenha mencionado nem Trump nem Kim Jong-un, Francisco estava se referindo ao encontro histórico e inesperado de ambos na fronteira inter-coreana militarizada que serviu para reativar as negociações sobre a desnuclearização, estagnadas desde fevereiro. O papa argentino, que em julho reduz sua atividade e suspende as audiências gerais às quartas-feiras, também desejou que "todos os trabalhadores possam ter também durante o verão um período de descanso que beneficie a eles e suas famílias".

Da mesma forma, ele se referiu à onda de calor que está sendo sofrida em quase toda a Europa e disse que reza por todos aqueles "que nestes dias sofreram principalmente as conseqüências do calor, como os doentes, os idosos e aqueles que trabalham ao ar livre. nas obras.

Tudo o que sabemos sobre:
Papa FranciscoDonald TrumpKim Jong-un

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.