Claudio Peri/Efe
Claudio Peri/Efe

Papa Bento XVI pede fim de violência na Nigéria

No último fim de semana, várias igrejas foram alvo de ataques à bomba

Ansa,

20 de junho de 2012 | 15h16

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI fez um apelo para o fim da violência na Nigéria, em discurso durante a audiência geral desta quarta-feira, 20, no Vaticano. Ele pediu para que os responsáveis pelos atos de violência cessem "imediatamente o derramamento de sangue" de inocentes e convidou a todos para uma pacificação.

Veja também:

link Explosões em igrejas matam 21 e ferem 101 na Nigéria

link Confronto religioso mata 52 na Nigéria

"Acompanho com profunda preocupação as notícias que chegam sobre a Nigéria, onde continuam os atentados terroristas dirigidos, sobretudo, a fieis cristãos", afirmou o Pontífice.

"Enquanto elevo a oração para as vítimas e aos que sofrem, faço um apelo aos responsáveis pelas violências, para que cessem imediatamente o derrame de sangue de tantos inocentes", disse.

"Desejo também a plena colaboração de todos que formam a sociedade da Nigéria, para que não se prossiga com a opção da vingança, mas todos os cidadãos cooperem na edificação de uma sociedade pacífica e reconciliada, na qual seja plenamente tutelado o direito de professar livremente a própria fé", finalizou Bento XVI.

No último fim de semana, várias igrejas na Nigéria foram alvo de ataques à bomba.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.