Papa celebra missa em Lourdes, na França

O Papa Bento XVI celebrou missa hoje no santuário de Lourdes, na França, conhecido por seus milagres, dizendo a dezenas de milhares de fiéis que eles deveriam ter esperança em um mundo cheio de maldades, torturas, sofrimento e injustiça. Cerca de 50 mil peregrinos, cantando hinos e alguns carregando crucifixos, reuniram-se em um campo molhado pela chuva, conhecido como campina de Lourdes, para a celebração da missa que marca o 150º aniversário da aparição da Virgem Maria na região, para uma menina camponesa. Milhões visitam o local anualmente para rezar por milagres e curas físicas e espirituais. O papa está realizando uma peregrinação de três dias ao santuário, que é visitado todo ano por cerca de 6 milhões de fiéis. Muitos acreditam que milagres podem ser atribuídos a Bernadette Soubirous, a filha de camponeses de 14 anos que, em 1858, teria dito ter visto a Virgem Maria na gruta de Massabielle. O papa disse que "por 150 anos, peregrinos nunca deixaram de vir até esta gruta para ouvir a mensagem de conversão e esperança endereçada a eles. E nós fazemos o mesmo". O papa bebeu da água que jorra na gruta, mas ele disse que não está em Lourdes procurando milagres e, sim, em função de seu exemplo de esperança.(AE-AP)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.