OsservatoreRomano/Handout
OsservatoreRomano/Handout

Papa celebra primeiro casamento a bordo do avião papal

O casal, casado no civil e pais de dois filhos, teve que suspender seu casamento religioso em 2010, quando a igreja onde se casaram foi destruída pelo terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o sul do Chile

O Estado de S.Paulo

18 Janeiro 2018 | 13h22

SANTIAGO - O papa Francisco casou, pela primeira vez nesta quinta-feira, um casal a bordo de um avião, em sua viagem de Santiago a Iquique, a última etapa de sua visita ao Chile, antes de viajar para o Peru.

+ Papa Francisco se despede do Chile com missa em cidade de imigrantes

"Em 18 de janeiro de 2018, no voo papal de Santiago a Iquique, o sr. Carlos Ciufffardi Elorriaga e a sra. Paula Podest Ruiz contraíram casamento e foram testemunhados por Ignacio Cueto, sendo o santo padre, o papa Francisco, que tomou o consentimento", diz a ata manuscrita que atesta o casamento.

Além do casal sorridente, ambos membros da tripulação da empresa Latam, a ata é assinada pela testemunha, um dos proprietários da companhia aérea, e pelo próprio papa que assina com um simples "Francisco".

Na ata, transmitida à imprensa, também aparece Monsenhor Mauricio Rueda Bettz como testemunha.

+ Em meio a ataques, Francisco condena violência de indígenas radicais no Chile

Podest, de 39 anos, e Ciuffardi, 41, ambos comissários de bordo, disseram o "sim, aceito" a 11 mil metros de altitude.

O casal, casado no civil e pais de dois filhos, teve que suspender seu casamento religioso em 2010, quando a igreja onde se casaram foi destruída pelo terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o sul do Chile. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.