Papa convoca jornada mundial de oração pela paz no Oriente Médio

O papa João Paulo II convocou para o dia 5 de março, Quarta-Feira de Cinzas, uma jornada mundial de oração pela paz no Oriente Médio, num momento de grande tensão internacional devido à crise no Iraque. "Os cristãos são chamados a converter-se em sentinelas da paz", disse João Paulo II, acrescentando que as consciências "não devem ceder à tentação do egoísmo, da mentira e da violência". "Nunca o futuro da humanidade poderá ser garantido pelo terrorismo e pela lógica da guerra", disse, admitindo a sua grande preocupação face à possibilidade de uma guerra no Iraque.Para o pontífice, a guerra dos Estados Unidos contra o Iraque "poderá afetar toda a região do Oriente Médio e agravar as tensões que já existem". Expressando estas preocupações durante a tradicional missa de Angelus na Praça de São Pedro, João Paulo II aproveitou para convocar a jornada de paz para o dia 5 de março, que coincide com o início da Quaresma. Segundo o Chefe da Igreja Católica, a iniciativa servirá para "implorar a Deus a conservação dos corações e a tomada de decisões justas para resolver com meios adequados e pacíficos os conflitos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.