Papa cria fundação para combater a aids

O papa João Paulo II criou uma fundação para combater a aids, flagelo que já provocou a morte de 22 milhões de pessoas em todo o mundo. Segundo o cardeal mexicano Javier Lozano Barragán, presidente do Pontifício Conselho para a Pastoral da Saúde, que terá a seu cargo a fundação O Bom Samaritano, a primeira doação, de cerca de US$ 130.000, foi feita pelo próprio papa.Segundo o cardeal, o papa convidou "todos os homens de boa vontade" e países economicamente mais avançados a contribuir com a fundação. Ele explicou que os interessados em realizar doações terão todas as informações disponíveis no site www.healpastoral.org.Perguntado sobre o uso de preservativos para evitar a difusão da aids, Barragán respondeu: "É importante agir, porque as pessoas estão morrendo de aids, no lugar de ficar discutindo a utilização dos preservativos para a prevenção. A mim não importa, o que importa é que as pessoas estão morrendo e nós devemos ajudá-las".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.