Papa critica planos da Espanha sobre divórcio e aborto

O papa João Paulo II recebeu hoje em audiência privada, no Vaticano, o primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero. Na audiência, o pontífice fez um apelo a Zapatero para que o governo do socialista respeite os valores éticos entrnhados na tradição religiosa do país, e reafirmou sua oposição aos planos do governo de diminuir as restrições ao divórcio e ao aborto e de permitir o casamento de homossexuais.João Paulo II já havia condenado o aborto e feito uma defesa da necessidade de proteção da família poucos dias atrás, ao receber o novo embaixador da Espanha junto ao Vaticano. Na audiência de hoje, ele reafirmou o que havia dito na ocasião. À saída da audiência, o premier Zapatero descreveu o encontro como ?muito cordial e caloroso?, e disse que ele expressou ao papa a intenção de seu governo de manter boas relações com o Vaticano, os bispos espanhóis e a Igreja Católica. Logo após assumir o governo, em abril, o governo prometeu facilitar as regras sobre o divórcio e o aborto, assim como permitir o casamento entre homossexuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.