Papa denuncia sociedades atéias modernas

O papa Bento XVI acusou hoje a cultura moderna de expulsar Deus da vida das pessoas, fazendo com que países antes ricos em fé religiosa perdessem essa característica. A declaração do pontífice foi feita hoje durante missa celebrada na Basílica de São Pedro para dar início a uma reunião mundial de bispos sobre a relevância da Bíblia para os católicos contemporâneos."Hoje, países antes ricos em fé e vocação religiosas estão perdendo a identidade, sob a danosa e destrutiva influência de uma certa cultura moderna", disse Bento XVI, que tem insistido para que a religião receba mais espaço na sociedade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.