Papa deseja que Jogos Olímpicos promovam a paz

Diante das preocupações de possíveis atentados terroristas durantes as Olimpíadas, o papa João Paulo II expressou neste domingo seu desejo fervoroso de que os jogos de Atenas ocorram em ambiente de tranqüilidade e paz. Dirigindo-se aos fiéis que se reuniram diante de sua casa de verão nas proximidades de Roma, o pontífice também manifestou seus bons votos para os esportistas que participam dos jogos e para a população da capital grega, sede das Olimpíadas que começam na quarta-feira."Espero com todo meu coração que neste mundo, que atualmente é afetado por muitas formas de ódio e violência, o importante acontecimento esportivo dos Jogos Olímpicos gere um encontro pacífico e sirva para promover o entendimento e a paz entre os povos", expressou o papa. "Para a Olimpíada e todo o mundo esportivo invoco a proteção maternal da Virgem mais Santa", disse.Enquanto isso, a chefe da organização dos jogos de Atenas, Gianna Angelopoulos Daskalaki, procurou dissipar, neste domingo, os temores de ataques terroristas e manifestou em nota que "está sendo implantado um sistema operacional mais amplo e mais bem equipado e financiado da história dos Jogos Olímpicos". O sistema de segurança das Olimpíadas está custando cerca de US$ 1,5 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.