Papa deu boas-vindas a seguidores de Lefebvre no Brasil

O papa João Paulo II enviou saudações de Natal em que recebe de volta os católicos do Brasil que se haviam separado de Roma trinta anos atrás, por causa das reformas modernizadoras. João Paulo II permitiu que eles continuem a celebrar missas em latim. O Vaticano divulgou neste sábado a carta do papa, datada de 25 de dezembro, na qual ele dava as boas-vindas aos fiéis que são seguidores convictos do ultraconservador arcebispo Marcel Lefebvre, já falecido. O cisma foi considerado oficialmente terminado numa cerimônia nesta sexta-feira à noite, em Campos, cidade fluminense a 700 quilômetros de São Paulo. Os seguidores "tradicionalistas" de Lefebvre rejeitam as mudanças liberalizantes adotadas por Roma no início dos anos 60, incluindo a permissão para que a missa seja celebrada nos idiomas locais. O arcebispo foi excomungado em 1988 depois de ter ordenado quatro bispos, desafiando Roma. Ele morreu em 1991.

Agencia Estado,

19 Janeiro 2002 | 17h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.