Papa diz temer "choque de civilizações"

O papa João Paulo II lamentou hoje o fato de o terrorismo e a violência estarem violentando o mundo. Durante pronunciamento na universidade pontifícia, o papa conclamou os estudantes locais a terem "sensibilidade aos valores de várias culturas". "Sem renunciar à afirmação da força da mensagem evangélica, é importante no mundo de hoje que os cristãos sejam homens de diálogo e lutem contra um choque de civilizações que algumas vezes parece inevitável", disse. Segundo o pontífice, o mundo passa por tempos difíceis. "Violência, terrorismo e guerra apenas constróem novos muros entre as pessoas", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.