Papa e Merkel conversam sobre Ucrânia, pobreza e reunião do G-7

O papa Francisco e a chanceler alemã Angela Merkel discutiram o conflito na Ucrânia e a luta contra a pobreza durante uma audiência reservada, a segunda entre ambos. O Vaticano descreveu os 40 minutos de conversa deste sábado como "muito cordial". Merkel, por sua vez, disse aos repórteres que as discussões foram abrangentes, incluindo a agenda alemã do próximo encontro do G-7.

Estadão Conteúdo

21 de fevereiro de 2015 | 14h05

O papa presenteou Merkel com uma medalhão retratando um santo da igreja católica oferecendo seu casaco a um pobre. Segundo ele, o presente deveria servir como uma lembrança aos líderes mundiais de seu trabalho de "proteger seus pobres". Merkel respondeu que "tentamos fazer nosso melhor".

Merkel deu ao papa uma doação para ajudar as crianças que fogem dos conflitos no Oriente Médio. Ela também presenteou o pontífice com uma coleção de músicas de Johann Sebastian Bach. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.