Papa elogia iniciativa do Brasil de combate à fome

O papa João Paulo II falou hoje sobre os "desequilíbrios" entre ricos e pobres em todo o mundo e elogiou os esforços para se eliminar a fome, como a iniciativa da ONU liderada por Brasil e França, anunciada na segunda-feira, de aumentar os fundos para o desenvolvimento. O papa disse que o encontro na ONU foi importante e que apontava a uma "ação mais unida e eficiente contra a fome e a pobreza". Na última aparição dominical de sua temporada de férias em Castel Gandolfo, o pontífice, de 84 anos, teve que interromper seu discurso por várias vezes para descansar. João Paulo II padece do mal de Parkinson, o que dificulta sua fala e seus movimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.