Papa entrega anéis aos novos cardeais

O papa João Paulo II entregou hoje o anel cardinalício aos 44 novos príncipes da Igreja, durante a celebração de uma missa solene com que foi comemorado o Dia da Cátedra de São Pedro. Em contraste com a festiva cerimônia de ontem, a missa solene de hoje, co-celebrada pelo pontífice e pelo primeiro grupo de cardeais consagrados neste milênio, foi marcada pela discrição. Na véspera, Karol Wojtyla entregou a cada um dos novos purpurados o barrete cardinalício, símbolo de sua disposição de chegar até ao martírio em defesa da fé católica. A entrega, hoje, dos anéis, símbolos de sua fidelidade ao papa, encerrou a cerimônia da consagração do até hoje mais numeroso grupo de novos cardeais.Durante toda a semana, os novos príncipes da Igreja serão homenageados com banquetes e recepções, além de serem continuamente assediados por jornalistas - especialmente os de seus países, empenhados em detectar os futuros candidatos a papa. As delegações oficiais que acompanharam os recém-nomeados cardeais incluem primeiros-ministros e presidentes, além de centenas de amigos, familiares e admiradores. O arcebispo de Nova York, por exemplo, viajou acompanhado de 800 pessoas, e o de Washington, de mais de 700.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.