Papa excomunga padre argentino condenado por pedofilia

Papa excomunga padre argentino condenado por pedofilia

Sacerdote argentino Jose Mercau havia confessado crime e foi afastado do Clero

O Estado de S. Paulo

06 de novembro de 2014 | 18h01

O Papa Francisco excomungou o sacerdote argentino Jose Mercau, condenado a 14 anos de prisão por pedofilia em 2011, após admitir ter abusado sexualmente de quatro adolescentes. Ele passou 15 dias na prisão e foi levado para um mosteiro na província de Buenos Aires, até ser solto em março.

A decisão do Papa se tornou pública na quarta-feira pelo bispado de San Isidro, na periferia da capital argentina.

As vítimas e defensores de vítimas de abuso sexual clerical afirmaram que a Igreja Católica precisa ser ainda mais determinada e eficaz quando se trata de punir tais crimes na Argentina. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Vaticanopedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.