Papa faz um chamado pelo fim da violência no Iraque

O Papa fez hoje um chamado aos líderes religiosos, aos políticos locais e à comunidade internacional para que se encontre uma saída à "gravíssima situação de insegurança e feroz violência" no Iraque. Bento XVI fez o pedido diante de milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, no Vaticano. Ele também enviou uma "cordial saudação" e desejos de "serenidade e paz" aos muçulmanos, que celebram o fim do Ramadã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.