Papa Francisco autoriza santificação de João Paulo II

O papa Francisco autorizou nesta sexta-feira que o papa João Paulo II seja santificado, confirmando um milagre atribuído à sua intercessão. Dessa forma, o papa aprovou uma dupla canonização, já que outro papa, João XXII também será santificado.

Agência Estado

05 de julho de 2013 | 10h52

Numa grande demonstração de sua autoridade papal, Francisco decidiu tornar João Paulo II santo embora o Vaticano não tenha confirmado um segundo milagre atribuído à sua intercessão. O Vaticano disse que Francisco tem o poder de "dispensar" os procedimentos para canonizá-lo por seu próprio mérito, sem um milagre.

As cerimônias de canonização devem acontecer antes do final do ano. O dia 8 de dezembro tem sido considerado, tendo em vista que é a data da festa da Imaculada Conceição, importante dia para a igreja.

Meios de comunicação poloneses continuam a dizer que a canonização de João Paulo II deve acontecer em outubro, para lembrar o mês de aniversário de sua eleição, mas funcionários do Vaticano disseram que não haveria tempo hábil para organizar um evento tão grande.

O porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, confirmou que o milagre que levou João Paulo II para o caminho da santidade foi recebido por uma mulher da Costa Rica.

O jornal católico espanhol La Razón a identificou como Floribeth Mora, que sofria de um aneurisma cerebral que foi inexplicavelmente curado em 1º de maio de 2011, a data da beatificação de João Paulo II, quando 1,5 milhão de pessoas se concentraram na Praça de São Pedro para homenagear o pontífice polonês.

Em uma série de matérias publicadas no mês passado, o La Razón informou que Mora acordou com uma forte dor de cabeça em 8 de abril e foi para o hospital, onde seu estado piorou, a ponto de ela ser enviada para casa com a perspectiva de apenas mais um mês de vida.

Sua família rezou para João Paulo II e o aneurisma desapareceu. O La Razón citou seu médico, doutor Alejandro Vargas, dizendo que "eu fiquei surpreso com o fato de a maior parte do aneurisma ter desaparecido. Não posso explicar isso com base na ciência."

Jornalistas da Associated Press viajaram até a casa de Mora, na Costa Rica, mas receberam a notícia de que ela foi para um local secreto e não pode discutir o caso.

O então papa, Bento XVI colocou João Paulo II - eleito em 1978 - num processo acelerado para a santificação, ao dispersar o tradicional período de cinco anos de espera e permitir que o processo de beatificação tivesse início no dia seguinte à sua morte, ocorrida em 2 de abril de 2005.

Bento tomou a medida como resposta aos clamores de "Santo Súbito!" ou "santidade imediata", que surgiram durante o funeral de João Paulo II. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
papavaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.