Fabio Frustaci/EFE
Fabio Frustaci/EFE

Papa Francisco descarta rótulo de 'marxista'

Pontífice diz que ideologia "está errada", mas que não se sente ofendido pelo rótulo

Agência Estado

15 de dezembro de 2013 | 12h29

O papa Francisco está descartando o rótulo de "marxista" que alguns ultraconservadores têm dado a ele por conta de indicações dadas de que o crescimento econômico nem sempre ajuda aos pobres.

Em entrevista ao jornal italiano La Stampa, publicada neste domingo, o papa Francisco disse: "a ideologia marxista está errada". Mas o pontífice acrescentou: "conheci muitos marxistas que foram boas pessoas e, portanto, não me sinto ofendido" pelo rótulo.

O papa confirmou que os planos para sua viagem à Terra Santa no ano que vem estão progredindo.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanopapa francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.