Papa Francisco pede paz na República Centro-Africana

Em seu primeiro apelo por paz desde que assumiu o pontificado, o papa Francisco pediu nesta quarta-feira o fim da violência e dos saques ocorridos após o golpe do final de semana na República Centro-Africana. Durante sua audiência geral inaugural, Francisco pediu uma solução imediata para o conflito.

Agência Estado

27 de março de 2013 | 09h16

Mais de 1.000 rebeldes armados de um aliança conhecida como Seleka atacaram a capital do país, Bangui, no sábado, forçando o presidente François Bozize a fugir para o vizinho Camarões. Uma onda de saques teve início após o golpe e nem hospitais foram poupados.

Francisco, que escolheu o nome em homenagem a são Francisco de Assis, disse que vai priorizar os pobres e desfavorecidos durante seu papado. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.