Papa Francisco substitui atual secretário de Estado

O Papa Francisco nomeou neste sábado (dia 31) o veterano diplomata do Vaticano Pietro Parolin como seu secretário de Estado, substituindo o poderoso cardeal Tarcisio Bertone na função. O italiano ocupará agora a posição considerada "número 2" na cúpula da Igreja, dando continuidade ao movimento de reforma que o pontífice está promovendo na Cúria Romana.

Agência Estado

31 de agosto de 2013 | 16h02

"O Santo Padre aceitou a renúncia de Sua Eminência o Cardeal Tarcisio Bertone", disse o Vaticano, em comunicado, acrescentando, no entanto, que Bertone foi convidado a permanecer em seu posto até 15 de outubro.

Com 58 anos, Parolin é visto como relativamente jovem para o posto, e especialistas dizem que ele pode dar maior visibilidade à Igreja no cenário mundial. Até então, ele era enviado do Vaticano à Venezuela, e também trabalhava para reforçar os laços com a China. Antes, ele já havia sido enviado no México e na Nigéria, e trabalhou com questões sensíveis da Igreja, incluindo as relações diplomáticas com Israel.

O Papa Francisco tem tomado decisões-chave acerca da Secretaria do Estado, especialmente acerca da administração da Igreja Católica Romana, nos últimos meses. É tradicional para os novos papas substituir os funcionários do alto escalão da Igreja nomeados por seu antecessor. Bertone também já estava acima da idade usual de aposentadoria dos veteranos da Igreja, que é 75 anos. Fonte: Dow Jones Newswires. (AE)

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanoPapa Francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.