Angelo Carconi/EFE
Angelo Carconi/EFE

Papa Francisco viajará para Cuba em setembro antes de visita aos EUA

Porta-voz do Vaticano confirmou nesta quarta-feira a visita de Francisco à ilha; viagem está ligada ao papel do Vaticano na reaproximação de Havana e Washington

O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2015 | 10h43

CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco visitará Cuba durante sua próxima viagem aos Estados Unidos, prevista para o final de setembro, confirmou nesta quarta-feira, 22, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.

Em uma breve declaração, Lombardi explicou que a visita é fruto de um convite das autoridades civis e dos bispos cubanos e será a primeira etapa da viagem que levará o pontífice aos Estados Unidos - onde passará pelas cidades por  Washington, Nova York e Filadélfia.


Há poucos dias, o escritório de imprensa do Vaticano não havia confirmado definitivamente esta visita e explicava que "ainda era muito cedo para falar sobre uma decisão".

A visita a Cuba do papa Francisco estava sendo avaliada, sobretudo, após o trabalho da diplomacia Vaticana na histórica aproximação entre Cuba e Estados Unidos.

Como tinha sido previsto, a visita a Cuba será antes da chegada aos EUA, onde o papa Francisco deve se reunir na Casa Branca com o presidente Barack Obama, em 23 de setembro, e fazer um discurso na Assembleia das Nações Unidas em Nova York.

A viagem do líder da Igreja Católica terminará na Filadélfia, onde Francisco participará do Encontro Mundial das Famílias.

Desde esta quarta-feira até 28 também estará na ilha caribenha outro colaborador próximo ao papa, o prefeito da Congregação para o Clero, o cardeal italiano Beniamino Stella, que foi núncio na ilha de 1993 a 1999.

O secretário de Estado - que cobre as funções de um primeiro-ministro do Vaticano - cardeal Pietro Parolin, participou da 7ª Cúpula das Américas, no Panamá, que contou com a participação do presidente cubano, Raúl Castro, e de Obama. Cuba e a Santa Sé também celebram em 2015 os 80 anos do início de suas relações diplomáticas.

O papa Bento XVI viajou para Cuba em março de 2012. Seu predecessor, João Paulo II havia visitado a ilha 14 anos antes. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
CubaEUAVaticanoPapa Francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.