Papa ganha pílulas contra envelhecimento

O papa João Paulo II recebeu hoje no Vaticano a visita dos descobridores do vírus da aids, Robert Gallo e Luc Montagnier. O pontífice recebeu dos cientistas pílulas elaboradas com substâncias naturais antioxidantes que retardam os processos de envelhecimento celular. Segundo Pierlugi Vagliani, secretário-geral da Fundação Mundial para a Investigação e Prevenção da Aids, entidade que dirige com Montagnier, o próprio cientista toma as pílulas e estas poderiam ser boas para a saúde do papa, que tem 82 anos.Montagnier teria deixado junto com as pílulas informações para o médico pessoal de João Paulo II, nas quais assegura que se trata de produto 100% natural. Durante a audiência no Vaticano, Gallo e Montagnier informaram ao papa sobre as últimas iniciativas para combater a aids na África e os avanços médicos na área.O papa recebeu também hoje em audiência o presidente da Colômbia, Andrés Pastrana, e a presidente da Indonésia, MegawatiSukarnoputri, que estão em Roma para a cúpula da FAO.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.