Papa incita fiéis ao silêncio no Natal

O Papa João Paulo II pediu neste domingo que os preparativos para o Natal privilegiem o feriado religioso do que a festa. Pediu que o Natal não seja afogado no barulho e na confusão.O pontífice de 83 anos, fez estas declarações diante de milhares de pessoas reunidas na praça de São Pedro para a reza do Ângelus. O papa, que deve comparecer a muitos compromissos nesta semana, apresenta-se relativamente em boa forma. "O Natal está perto agora", ele disse. "Enquanto as últimas velas estão sendo acesas na árvore de Natal é necessário preparar a alma para viver com intensidade do grande mistério da fé".O papa disse que para entender o mistério do nascimento de Cristo é preciso considerar as palavras-chaves usadas pela Virgem Maria: humildade, silêncio, surpresa e alegria."A humildade é para que Deus possa encontrar espaço em nossos corações, não escurecidos pelo orgulho e a soberba", afirmou o Papa."A Virgem Maria indicou para nós o valor do silêncio para que se saiba escutar o canto dos anjos e o choro do Menino Jesus, não afogando-os no barulho e na confusão", disse o papa. "Juntos com ela, nós viveremos a pausa da cena natalina com silêncio e prazer, saboreando a simples e pura alegria com que o Menino Jesus brindou a humanidade".Entre os compromissos na agenda do Papa nesta semana de Natal estão a celebração da Missa do Galo na meia-noite do dia 24, na basílica de São Pedro, no Vaticano, e no dia 25, o pontífice pronunciará sua sempre esperada mensagem de Natal "Para a Cidade e para o Mundo", além de dar sua bênção "Urbi et Orbi".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.