Papa indica novo diretor para ordem envolvida em abusos

O papa Bento XVI designou hoje o arcebispo italiano Velasio De Paolis para liderar a ordem Legionários de Cristo. Atualmente, ele dirige o escritório de finanças do Vaticano. A ordem foi perturbada por denúncias de que seu fundador abusou sexualmente de vários seminaristas e teve pelo menos um filho. Não foi esclarecido qual será o futuro do clérigo que hoje dirige a ordem, que no mês passado se reuniu com Bento XVI.

AE-AP, Agência Estado

09 de julho de 2010 | 13h53

O pontífice havia recebido em 30 de abril cinco bispos, que levaram a cabo uma avaliação da congregação mexicana. Eles visitaram mais de 120 comunidades legionárias entre julho de 2009 e março de 2010 para falar com sacerdotes e religiosos, inspecionar escolas, casas religiosas, noviciados, centros pastorais e os Legionários de Cristo.

A auditoria foi ordenada por Bento XVI, por causa dos escândalos em que se viu envolvido o fundador da ordem, o sacerdote mexicano Marcial Maciel. A congregação reconheceu, em 26 de março, que Maciel abusou durante anos de seminaristas e teve três filhos.

Ele pediu perdão a todas as suas vítimas. No México, supostos filhos e vítimas de Maciel rechaçaram o pedido de perdão, considerando-o "superficial e falso". O fundador dos Legionários de Cristo morreu em 2008, afastado do exercício da vida religiosa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.