Papa inicia semana importante para reforma da Igreja

O Papa Francisco receberá nesta semana as recomendações de duas comissões das finanças do Vaticano sobre a reforma da Igreja e se prepara para iniciar uma reunião de cúpula sobre questões familiares, que vai abordar a rejeição dos católicos às doutrinas da Igreja relacionadas aos métodos de contracepção, divórcio e casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Agência Estado

17 de fevereiro de 2014 | 11h10

Além disso, o Papa presidirá a sua primeira cerimônia de boas-vindas aos 19 novos cardeais que passam a compor o clube de elite de clérigos que eventualmente elegerão seu sucessor.

A primeira metade da semana será dedicada à terceira reunião entre o papa e os seus conselheiros, nomeados para ajudá-lo a governar a Igreja e a revisar a burocracia antiquada do Vaticano. Duas comissões devem apresentar projetos relacionados à reforma do Banco do Vaticano e à racionalização financeira da Santa Sé.

Na segunda parte da semana, Francisco deve se reunir com cardeais para discutir temas que serão abordados durante uma reunião sobre questões familiares com bispos da Igreja, que será realizada em outubro.

Uma pesquisa feita na Europa e nos Estados Unidos mostrou que os ensinamentos fundamentais da Igreja sobre a moral sexual, o controle de natalidade, a homossexualidade e o divórcio foram rejeitados e considerados ultrapassados pela grande maioria dos católicos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanopapaigrejareformas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.