Papa liga para família de jornalista americano morto

O papa Francisco ligou para a família do jornalista americano que foi filmado sendo morto pelos militantes de Estado Islâmico para desejar condolências.

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2014 | 04h37

Segundo o porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, os pais de James Foley, Diane e John Foley, receberam a ligação na quinta-feira. Ele não deu mais detalhes do conteúdo da conversa.

A família também não quis comentar a ligação em Rochester, no estado norte-americano de New Hamshire.

James Foley reportava os conflitos na Síria quando foi capturado no dia do feriado de Thanksgiving de 2012. O jornalista de 40 anos não havia sido visto desde então. Um vídeo mostrando seu assassinato pelos militantes apareceu na internet na terça-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUApapajornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.