Papa não consegue terminar seu 1º discurso na Eslováquia

O papa João Paulo II, de 83 anos, que enfrenta o mal de Parkinson e problemas no quadril e nos joelhos, não conseguiu completar seu discurso de chegada à Eslováquia. Esta é a primeira vez em que o papa não consegue ler um discurso de chegada até o fim, em 102 viagens ao exterior. João Paulo II parecia pálido e com falta de ar. Um assessor completou a leitura do discurso.Mais tarde, na catedral de Trnava, o papa agradeceu à multidão, mas coube ao cardeal Jozef Tomko fazer a leitura da prece prevista para Sua Santidade. Pouco antes da missa, representantes do Vaticano correram em busca de um quarto no interior da catedral. O papa foi levado numa cadeira de rodas para a sacristia.O porta-voz do Vaticano, Joaquin Navarro-Valls, negou qualquer tipo de emergência médica, e disse que, se equipamento médico entrou na igreja, não foi para o papa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.