Papa não será operado, diz Vaticano

O Vaticano negou hoje que o papa João Paulo II será operado de seu joelho direito, como havia noticiado o jornal romano Il Messaggero. Devido a seu precário estado de saúde, especialmente a artrose no joelho citado, o papa foi obrigado a reduzir significativamente o número de suas aparições públicas durante as celebrações da Semana Santa. O jornal informou no domingo de Páscoa que o pontífice seria operado nos próximos dias. O cirurgião Alfredo Carfagni, do hospital San Carlo di Nancy, disse que o hospital estava atento em relação à qualquer decisão do Vaticano. No entanto, o porta-voz de João Paulo, Joaquín Navarro-Valls, disse que tais notícias "não tinham fundamento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.