Papa nomeia socióloga para chefiar academia pontifícia

Francisco deseja dar às mulheres um papel maior na tomada de decisões na igreja

AE, Agência Estado

12 de abril de 2014 | 11h17

O papa Francisco nomeou uma socióloga britânica para administrar a Pontifícia Academia das Ciências Sociais, marcando a nomeação para o cargo mais alto de uma mulher em seu papado.

O Vaticano anunciou neste sábado, 12, que Margaret Archer Scotford conduzirá academia que produz pesquisas para ajudar a estabelecer a política da igreja.

Entre as prioridades, Francisco deseja dar às mulheres um papel maior na tomada de decisões na igreja.

Archer, de 71 anos, substitui outra mulher, nomeada por João Paulo II, Mary Ann Gledon, uma professora de direito da Universidade de Harvard e ex-embaixadora dos EUA junto à Santa Sé.

Archer é diretora do centro de ontologia social na Ecole Polytechnique Federale de Lausanne, na Suíça. Ela passou a maior parte de sua carreira na Universidade de Warwick, no Reino Unido, e foi nomeada para a Pontifícia Academia em 1994. (Fonte: Associated Press)

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanopapamulher

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.