Papa novamente condena a violência no Oriente Médio

O papa Bento XVI fez neste sábado um novo apelo para a mobilização de todos aqueles "que reconhecem que a guerra é a pior solução para o mundo" e que "não traz nada de positivo, sequer aos supostos vencedores", ao comentar a crise atual no Oriente Médio.O papa, que concedeu entrevista a duas emissoras de televisão alemãs e a Rádio Vaticano, que será transmitida no próximo dia 13, declarou também que na "Europa todos sabem muito bem" sobre a inutilidade das guerras, depois "de dois conflitos mundiais".Bento XVI chegou a dizer, segundo meios de comunicação locais, que se fazem necessárias mobilizações de "forças morais" e "políticas" para o Oriente Médio. As primeiras precisam fazer a população entender que "todos necessitam de paz", e as últimas têm que encontrar "um caminho" para que a paz e a convivência cheguem "o mais rapidamente possível e, sobretudo, de forma duradoura" à região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.