Papa pede novamente cessar-fogo imediato no Oriente Médio

O papa Bento XVI pediu neste domingo novamente o "cessar-fogo imediato" na "atormentada" região do Oriente Médio e lamentou que "não tenham sido escutadas as vozes" que pediam o fim imediato da violência.O Pontífice fez este pedido antes da tradicional reza dominical do Ângelus em Castelgandolfo, 30 quilômetros ao sul de Roma, onde passa suas férias de verão.O Papa insistiu em que é necessário que todas as partes "ofereçam sua contribuição para a construção de uma paz justa e duradoura".Nos últimos dias, Bento XVI fez vários pedidos de paz no Oriente Médio, o último no sábado, quando, em entrevista a duas televisões alemãs e à Rádio Vaticana, ressaltou que a guerra "não traz nada bom, nem sequer para os aparentes vencedores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.