Max Rossi/Reuters
Max Rossi/Reuters

Papa pede paz para conflitos do mundo e libertação de reféns

Francisco lembrou que hoje os católicos comemoram o nascimento do 'Príncipe da paz' e invocou 'o dom da paz para todo o mundo'

O Estado de S.Paulo

24 Dezembro 2017 | 13h15

CIDADE DO VATICANO - O papa pediu neste domingo, 24, paz para todo o mundo, especialmente para aqueles povos que sofrem conflitos, e que sejam libertados os religiosos e fiéis sequestrados, em sua mensagem após o Angelus no palácio pontifício na praça de São Pedro.

Francisco lembrou que hoje os católicos comemoram o nascimento do "Príncipe da paz" e invocou "o dom da paz para todo o mundo".

O pontífice renovou seu chamado para que na ocasião do Natal "as pessoas sequestradas, sacerdotes, religiosos e religiosas e fiéis laicos possam ser libertados e voltar às suas casas".

O papa também pediu aos fiéis que, nestas horas que precedem o Natal, se recolham em silêncio em oração pelo Nascimento para "adorar no coração do mistério o verdadeiro Natal, o de Jesus que se aproxima de nós com amor, humildade e ternura".

"Lembrai-vos também de rezar por mim", pediu Francisco.

Esta noite, o papa celebrará na basílica de São Pedro a Missa do Galo, a quinta do seu pontificado. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.