Papa pede perdão por crimes de católicos na Bósnia e Croácia

O papa João Paulo II pediu neste domingo perdão pelos crimes cometidos por católicos na região da Croácia e da Bósnia-Herzegovina durante duas guerras no século 20. Ele defendeu a reconciliação de muçulmanos, croatas católicos e sérvios ortodoxos como uma maneira de criar uma sociedade duradoura unindo várias etnias. Os três grupos ficaram divididos durante a guerra entre 1992 e 1995.João Paulo II reforçou a necessidade de uma "genuína purificação da memória por meio do perdão mútuo", um tema dominante em seus quase 25 anos de papado. Enfraquecido pelo mal de Parkinson, ele falou para cerca de 50 mil fiéis em uma missa ao ar livre que durou aproximadamente três horas, sob um calor de quase 30 graus.A área onde ocorreu a missa - o Mosteiro de Petricevac - foi explodida por sabotadores sérvios em 1995, perto do fim da guerra da Bósnia. O conflito matou 250 mil pessoas e resultou em 1,8 milhão de refugiados. Na 2ª Guerra Mundial, um monge de Petricevac liderou croatas fascistas, armados com pequenos machados e facas, em um ataque a uma pequena vila em 1942. Lá, eles assassinaram 2.300 sérvios, incluindo 500 mulheres e crianças."Nesta cidade, marcada por tanto sofrimento e derramamento de sangue, imploro a Deus que tenha misericórdia pelos pecados cometidos contra o homem, sua dignidade e sua liberdade também por filhos da Igreja Católica e que transmita a todos o desejo do perdão recíproco", disse João Paulo II.O papa beatificou Ivan Merz, um teólogo que dedicou a vida à Igreja no início do século 20. Durante encontro com João Paulo II, os três membros da presidência bósnia prometeram devolver a muçulmanos, católicos, ortodoxos e judeus os bens confiscados pelo regime comunista. Após 10 horas de visita, o papa voltou a Roma. Um oficial do Vaticano informou que a viagem planejada para a Mongólia em agosto será adiada. João Paulo II visitará a Eslováquia em setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.