Papa pede que homens ´abandonem vaidades´ na Quaresma

O Papa Bento XVI dedicou a audiência pública desta quarta-feira, 20, a uma reflexão sobre a Quaresma, que começa nesta quarta com a imposição das cinzas, e pediu aos fiéis que abandonem "a vaidade" e abram o coração a Deus neste período.O Pontífice disse que "toda a vida do cristão fervoroso" deve girar em torno do desejo de encontrar Deus e que, portanto, durante a Quaresma, é preciso estar ainda mais "decidido" a "arrancar asraízes da vaidade e ensinar o coração a amar a Deus".Bento XVI afirmou que os cristãos iniciam nesta quarta o caminhoquaresmal, os 40 dias que antecedem a Páscoa, e que é "uma ocasião providencial para a conversão, para buscar Deus com maisperseverança e se voltar a Ele, abrindo o coração a Cristo".A "conversão", segundo o Papa, seria "buscar Deus, ir com Deus,seguir mansamente suas doutrinas, amá-lo com simplicidade econfiança"."A conversão consiste em não nos considerarmos criadores de nósmesmos, pois não somos autores de nós mesmos, mas em aceitarlivremente com amor que dependemos completamente de Deus, que é nosso Criador. Depender de Seu amor não é dependência, mas liberdade", afirmou o Pontífice durante a catequese.Sucesso pessoalBento XVI também pediu aos fiéis para "não perseguirem o própriosucesso pessoal, que é passageiro", mas seguirem o exemplo de Madre Teresa de Calcutá e entregarem-se ao amor de Deus e ao próximo.O Papa lembrou o sacrifício de Cristo na cruz e acrescentou que"a cruz é a revelação definitiva do amor e da misericórdia divinatambém para os homens de hoje, que se preocupam freqüentemente com interesses terrenos e momentâneos".Além disso, o Pontífice convidou os fiéis a participar com maiorfervor da Eucaristia durante a Quaresma.No início da tarde, o Pontífice participará da tradicional procissão que sai da Basílica de Santo Anselmo com destino à de Santa Sabina, onde acontecerá a cerimônia de imposição das cinzas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.