Papa pede 'respeito mútuo' a muçulmanos

O papa Francisco fez ontem um apelo por "respeito mútuo" entre a Igreja e o Islã e pediu que jovens cristãos e muçulmanos não se ataquem. Numa mensagem pessoal enviada pelo papa a todos os muçulmanos do mundo, Francisco fez questão de saudar a população islâmica pela festa do Eid al-Fitr, que marca o fim do Ramadã. Na carta, ele repudiou "críticas injustas" trocadas entre fiéis das duas religiões. Tradicionalmente, o Vaticano envia uma mensagem nessa data aos muçulmanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.