Papa perde perdão por abusos sexuais de padres

O papa Francisco pediu perdão a pessoas que foram abusadas sexualmente por padres e prometeu que haverá um caminho sem volta na luta para proteger as crianças.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2014 | 14h53

Francisco falou de improviso nesta sexta-feira para os membros da Escritório Nacional de Crianças Católicas, uma rede católica francesa de organizações que visam proteger os direitos das crianças.

Em seu discurso, relatado pela rádio do Vaticano, Francisco disse que sentiu "um chamado" para assumir este compromisso e pedir perdão por todo o mal que alguns padres haviam cometido contra crianças.

"Nós não queremos dar um passo para trás na resolução deste problema e as sanções que devem ser impostas. Pelo contrário, acho que devemos ser ainda mais fortes! Você não brinca com a vida das crianças", afirmou. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
vaticanopapaabusos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.