Papa recebe De la Rúa no Vaticano

O presidente da Argentina, Fernando de la Rúa, foi recebido pelo papa João Paulo II em uma audiência nesta manhã, no Vaticano. Durante o seu primeiro encontro com o pontífice, que durou 24 minutos, De la Rúa disse que João Paulo II não fez nenhuma recomendação particular sobre a Argentina, apenas observações genéricas.Antes da audiência, De la Rúa recebeu um texto no qual o Papa destacou a necessidade de a Argentina adotar medidas para criar um clima de equilíbrio social, favorecendo a distribuição mais justa de recursos no país."Só com esse equilíbrio é possível alcançar uma situação de paz com base no esforço comum e numa economia a serviço do homem", destacou o texto. Depois do encontro particular com De la Rúa, o Papa recebeu familiares e assessores do presidente argentino, segundo informou o jornal El Clarin.De la Rúa declarou que pediu a ajuda do Papa para a causa da abertura dos mercados, pois o protecionismo impede o crescimento e limita a dignidade da vida. "Desejamos a queda das barreiras e muros que impedem o acesso de nossos produtos. O protecionismo de alguns países é uma manifestação evidente de injustiça e estamos agradecidos ao Vaticano por ter se mostrado várias vezes contra essas barreiras", afirmou De la Rúa. "Aspiramos, em poucas palavras, a globalização da solidariedade", resumiu o presidente argentino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.