Papa recebe Peres e Abbas no Vaticano

O papa Francisco iniciou esforços pela paz no Oriente Médio ao receber os presidentes de Israel e da Autoridade Palestina no Vaticano para orações neste domingo, apenas algumas semanas após a última rodada de conversações patrocinadas pelos EUA ter fracassado.

Agência Estado

08 de junho de 2014 | 14h21

O presidente de Israel, Shimon Peres, foi o primeiro a chegar ao hotel no Vaticano onde mora o papa, seguido pelo presidente palestino, Mahmoud Abbas. Francisco os recepcionou calorosamente e teve encontros privados com cada um deles antes de seguir para o jardim do Vaticano para as orações.

Autoridades do Vaticano têm reiterado que o papa não tem uma agenda política, mas apenas a vontade de reacender o desejo de paz entre os dois líderes. O encontro, porém, pode ganhar um significado que vai além do mero simbolismo.

"No Oriente Médio, gestos simbólicos e passos graduais são importantes", comentou o reverendo Thomas Reese, um analista veterano do National Catholic Reporter, no Vaticano.

As orações vão se concentrar em três temas comuns ao cristianismo, judaísmo e islamismo: o agradecimento a Deus pela criação, a busca do perdão por erros do passado e rezas a Deus para que a paz se restabeleça no Oriente Médio.

A expectativa é que Francisco, Peres e Abbas façam também breves comentários, troquem apertos de mão e plantem uma oliveira juntos, num gesto de paz. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanoOriente Médiopaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.