Papa reza pela liberdade na China e paz na Síria

Do alto do balcão na Basílica de São Pedro, o Papa Bento XVI rezou pela liberdade religiosa na China e paz aos "indefesos" na Síria, durante a missa de Natal nesta terça-feira. "Que a paz esteja com as pessoas na Síria, profundamente feridas e divididas pelo conflito que não poupa os indefesos e faz vítimas inocentes", disse.

LUCIANA ANTONELLO XAVIER, Agência Estado

25 de dezembro de 2012 | 13h33

Ele também falou da China, onde nas últimas semanas o Vaticano e o governo estão em descompasso com relação à ordenação dos bispos, que não podem assumir sem que haja aprovação das autoridades chinesas, para consternação do Vaticano. As informações são da Dow Jones e The New York Times.

Mais conteúdo sobre:
papaBento XVI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.