Papa visita cidade natal na Alemanha

O papa Bento XVI fez nesta segunda-feira uma curta mas emocionante escala em seu local de nascimento, onde entrou na igreja em que foi batizado há 79 anos e apertou a mão de vários presentes.O pontífice, que realiza uma visita à sua nativa Baviera, ingressou na Igreja de São Osvaldo, no povoado de Marktl am Inn, e se uniu à multidão presente, saudando as pessoas e beijando bebês.Dentro da igreja, Bento XVI se uniu a seu irmão mais velho, o reverendo Georg Ratzinger, de 82 anos, e os dois oraram durante alguns minutos diante da fonte onde o pontífice foi batizado no dia de seu nascimento, em 16 de abril de 1927. O papa e seu irmão foram ordenados padres no mesmo dia em 1951.A visita a Marktl ocorreu no terceiro dia de missão apostólica na Alemanha. Isso permitiu que o papa abandonasse a grande cidade de Munique, capital da Baviera, onde foi arcebispo entre 1977 e 1982, e adentrasse nas vilas e povoados e nas igrejas de sua infância. Amanhã, o pontífice viajará a Regensburgo, onde ensinou teologia e onde seus pais e sua irmã estão enterrados.Mais cedo, o papa celebrou uma missa diante de 70.000 pessoas no famoso centro de peregrinação de Altoetting e escutou uma breve pregação pela paz em virtude do aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos."Cinco anos após o ataque terrorista ao World Trade Center de Nova York, rogamos pela paz no mundo", rezava o texto da oração lida na reunião na praça central de Altoetting, no coração da Baviera.Em conversa com jornalistas, o diretor da sala de imprensa vaticana, padre Federico Lombardi, informou que não haverá outras intervenções explícitas de Bento XVI em ocasião do aniversário dos atentados de 11 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.