Paquistanesas são espancadas e violentadas em briga por água

Duas irmãs foram espancadas,violentadas e obrigadas a caminhar nuas de volta para casa porcausa de uma briga por direito à água entre elas e uma outrafamília no leste do Paquistão, informou hoje a polícia. Dois homens foram detidos por suspeita de participação noestupro ocorrido ontem em Deeranwala, disse Raja Munawar, chefeda polícia local. A aldeia fica a 200 quilômetros de Lahore,capital da província paquistanesa de Punjab. Uma das vítimas, uma mulher de 28 anos, disse à polícia queela e suas duas irmãs mais novas - uma de 22 e outra de seisanos - foram atacadas por nove pessoas quando trabalhavam nafazenda da família em Deeranwala, disse Munawar. As duas irmãs mais velhas teriam sido espancadas eviolentadas. As três foram obrigadas a voltar nuas para casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.