Paquistaneses combatem o Taliban após ataque

Forças paquistanesas mataram 19 militantes em uma intensa batalha no Waziristão do Sul na segunda-feira, enquanto os insurgentes, com o objetivo de desviar a atenção do Exército, lançaram uma operação em outra região no noroeste do país, disseram autoridades.

REUTERS

26 de outubro de 2009 | 12h44

O Exército paquistanês lançou a ofensiva contra a rede de militantes há 10 dias, depois que combatentes ligados à Al Qaeda espalharam medo com uma série de atentados e ataques, incluindo um cerco sangrento ao quartel-general do Exército.

Temendo mais violência, as autoridades ordenaram na semana passada que escolas em todo o país fechassem, mas muitas reabriram na segunda-feira.

A ofensiva no Waziristão do Sul é vista como um teste da determinação do Paquistão, uma potência nuclear, em enfrentar os militantes islâmicos responsáveis por ataques contra o Estado.

Os EUA e outras potências envolvidas no crescente conflito no vizinho Afeganistão querem que o Paquistão elimine redutos para militantes no noroeste do país.

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOTALIBANATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.